Dança no MundoGêneros da Dança

Toré

         Toré é um ritual sagrado, comum a todos os povos indígenas da América. No ritual do Toré, os participantes entoam cânticos tradicionais e ancestrais para buscarem integração com as forças da natureza.

          O Toré é a força maior da nossa cultura, é sagrado como um pai para a gente.” A frase, dita com simplicidade pelo mestre de linha pipipã do terreiro (pessoa que conduz a dança), Edelson Lima, 49 anos, resume bem o sentimento dos indígenas em relação ao ritual presente em praticamente todos os povos do Nordeste.

daca_tore2

          O ritual é considerado o símbolo maior de resistência dos povos indígenas do Nordeste. É realizado, geralmente, de 15 em 15 dias, tanto com o objetivo religioso quanto festivo, de comemoração. À primeira vista, pode ser percebido como uma dança, que varia de ritmos e linhas (toadas) em cada povo. O maracá dá o tom das pisadas e os índios dançam, em geral, em círculo. O toré também tem sentidos diferentes e podem ser celebrados para homenagear autoridades ou visitas; como instrumento político, em exibições públicas nas cidades onde as aldeias estão localizadas para reafirmar a coletividade perante a sociedade; e também com função religiosa, de penitência, resgate dos antepassados e relação com a natureza. No povo pipipã, quando alguém da aldeia morre, a comunidade se resguarda e passa o período de um mês sem realizar o toré no terreiro, como uma forma de homenagear aqueles que se foram.

tore

Fonte: www2.uol.com.br

Postagens Relacionadas
ArtigosDança no Mundo

Dançando o Brasil - X Aldeia Multiétnica na Chapada dos Veadeiros

Dança no MundoElementos da Dança

Elementos Estruturantes da Dança

Dança no MundoElementos da Dança

Elementos formais da dança

Dança no MundoGêneros da Dança

Danças Africanas: São-Tomé e Príncipe

Inscreva-se e receba as novidades de Cursos, Conteúdos e Workshops

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *