Aulas de Dança do Ventre em Brasilia

Nomenclatura contextual

– Acento: quando nos referimos ao acento do movimento queremos dizer que no momento forte da música, no acento musical, a acentuação do seu movimento (quadril por exemplo) acontecerá. Um exemplo disso acontece no Passo básico.

– Bater cabeça (nos giros): A técnica consiste em fixar um ponto na altura de seus olhos e no local para onde irá terminar o giro. Fixe seus olhos neste ponto. Comece então a girar o corpo deixando a cabeça fixa. Quando não puder mais continuar, pare o corpo e mude a cabeça de lado, fixando novamente os olhos no mesmo ponto anterior. Pare a cabeça e permita o corpo terminar o giro. A cabeça por assim dizer é: “a última que sai e a primeira que chega”. Esta é a regra desta técnica.

– Base: apoio. Base dos pés ou de qualquer parte do corpo que esteja recebendo todo o peso do corpo e/ou sendo responsável pelo equilíbrio.

– Combinações técnicas: a combinação coordenada de movimentos distintos, com técnicas diferentes, numa mesma sequência coreográfica.

– Consciência corporal: conhecimento sobre o prórprio corpo. Realização dos movimentos com sabedoria.

– Deslocamento: deslocar-se, mover-se. Espaciais: através, pelo espaço.

– Eixo: linha imaginária que divide o corpo em duas partes iguais e simétricas e em torno da qual o corpo executa movimentos de rotação.

– Encaixe: termo usado para referir-se a posição em que a bailarina dança, com a púbis levemente projetada para frente, alongando a coluna e eliminando qualquer efeito visual de lordose. Proteje e preserva a coluna durante a movimentação.

– Força motriz: local de onde nasce a força que inicia o movimento.

– Isolamento corporal: termo que explica quando uma parte do corpo deve se movimentar isoladamente, ou seja, sem que o movimento reflita em outras partes do corpo que devem permanecer estáticas.

– Leitura musical: estudo detalhado de determinada composição musical, para que ao dançar, nenhum momento passe despercebido. Diz-se ainda, quando a bailarina interpreta a composição, que seus movimentos devem respeitar a riqueza das diferentes nuances musicais, com a mesma responsabilidade técnica, criatividade e conhecimento. Ler a música com o corpo em toda a sua plenitude.

– Meia ponta: refere-se a parte do pé aonde está o metatarso, a “almofadinha” do pé. Quando o corpo está sobre ele, chama-se meia ponta. Na ponta refere-se a quando a bailarina está na ponta dos dedos.

– Planta: Sola do(s) pé(s) inteira no chão, funcionando como base.

– Precisão técnica: trabalhar com perfeição determinado movimento.

– Preparação: instantes que precedem um movimento, normalmente acompanhado de uma profunda respiração e um suave movimento preparatório de braços. Instante de concentração antes do movimento.

– Soltar os quadris: com o uso de exercícios exclusivamente destinados a este fim, a intenção é deixar os quadris mais soltos e tecnicamente preparados para os movimentos que necessitam desta técnica específica.

– Técnica dos movimentos: segundo o dicionário, “técnica” é o conjunto de pormenores práticos essenciais à execução perfeita de uma arte ou profissão. Ou seja, Técnica é conhecimento prático. Ao dizer “trabalhar a técnica”, significa que repetimos várias vezes o movimento até que ele fique assimilado em nosso corpo. A técnica é a forma de executar um determinado movimento. No termo “aquela bailarina tem uma técnica perfeita!”, estamos dizendo que, independente da performance artística, que é outro fator, a forma como ela executa os passos é limpa, clara, possível de enxergar os movimentos contidos mesmo nos mais combinados passos. Técnica é fruto de treino. O conhecimento prático é a técnica dos movimentos.

– Transferir a base: Transferir o peso de uma base para uma outra base. Exemplo: estar em equilíbrio sobre a perna direita e transpor todo o peso de uma só vez para a perna esquerda.

 

Etapas técnicas de uma aula de dança

5.1

• Aquecimento e alongamento: acordar o corpo, avisá-lo que um trabalho alí se inicia. A proposta é conscientização.

• Exercícios técnicos: para desenvolver e aperfeiçoar separadamente a técnica individual de cada movimento, através do estudo da anatomia do movimento e de sua repetição consciente.

• Exercícios de fortalecimento: irão preparar o corpo condicionando músculos e tendões para as atividades corporais que serão desenvolvidas.

• Combinações técnicas: Essenciais para o desenvolvimento da memorização. Utilizando a contagem musical unem-se alguns dos movimentos trabalhados nos exercícios técnicos em pequenas combinações desenvolvendo a coordenação motora e trabalhando a lateralidade.

• Giros e deslocamentos: Aqui são desenvolvidas as técnicas deste grupo de movimentos, separadamente ou em forma de sequências e combinações técnicas, atentas `as posições espaciais (quadro Vaganova).

• Combinações avançadas: Também essenciais para a memorização, possuem caráter quase coreográfico. Unem-se os exercícios técnicos, as pequenas combinações, deslocamentos e os giros.

• Diagonais: O maior percurso possível dentro de um espaço, permite explorar o espaço em sua maior amplitude. Combinações coreográficas ocupando espacialmente toda a cena, aliadas aos pontos referenciais de espaço – planos, linhas e pontos.

• Bailado: Momento de trabalhar improvisações, pantomima e diversas outras técnicas que desenvolvam essencialmente, a interpretação em dança.

• Alongamento e relaxamento: Compensar a curvatura da coluna, relaxar aqui é a palavra. Voltar os batimentos cardíacos, sinalizar ao corpo e a mente que o trabalho corporal está chegando ao fim.

• Révérence: Aplausos para a professora, aplausos para a aluna, aplausos para o conhecimento adquirido, aplauso pelo esforço e pela conquista. E porque aplaudir também se aprende.

 Fonte: Glossário da Dança do Ventre, por Bailarina Suheil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>